A Imigração no Brasil, por Rafael e Rodrigo

Só mais um site WordPress.com

8. A revolta de Ibicaba – 1857, Porque aconteceu? É possível afirmar que hoje em dia ainda exista trabalho escravo no Brasil. Pesquisem o caso da loja “Zara”, e qual era a condição de seus trabalhadores no Brasil. A dupla deve elaborar no mínimo 3 propostas para evitar o Trabalho escravo no Brasil atual.

Apesar de pensarmos diferentemente o trabalho escravo ainda existe no Brasil, a loja espanhola “Zara” foi processada por usar mão de obra escrava. Os trabalhadores precisavam de autorização para sair do prédio das oficinas da empresa. Recentemente, 15 escravos foram libertados, incluindo uma adolescente de 14 anos. Os escravos trabalhavam numas condiçoes péssimas, “em ambientes apertados, sem ventilação, sujos, com crianças circulando entre as máquinas de costura e a fiação elétrica toda exposta.” Para evitar o trabalho escravo no Brasil, o governo poderia aumentar a fiscalização, aumentar o tamanho das multas por usar mão de obra escrava e fiscalizar melhor as fronteiras do país porque a maior parte dos escravos vem da Bolívia e outros países da America Latina

Deixe um comentário »

A expansão das fazendas de café trouxe riquezas para os fazendeiros e estabilidade política ao Império, mas ajudou também a destruir parte da Mata Atlântica. Pesquisem para saber quanto resta da Mata Atlântica hoje. Em seguida debatam o assunto e deem sugestões para a restauração e preservação dessa mata.

Desde o início da colonização portuguesa no Brasil, a Mata Atlântica sofreu demasiadamente e passou a ter iminente risco de dizimação, uma vez que a principal atividade portuguesa em nosso território era a extração de pau-brasil, a árvore que deu origem ao nome da sétima maior economia do mundo.
A proximidade do litoral — a mata atlântica se extende justamente próxima às praias brasileiras, do Oiapoque ao Chuí — fez da mata atlântica vulnerável e suscetível ao desmatamento da região que justamente se desevolveu ao máximo.
E assim se sucedeu.
Durante séculos, a mata atlântica foi aos poucos devastada, deixando apenas sombras do passado. Com a modernização do país e o crescimento significativo das cidades e fazendas, o desmatamento chegou a um ponto mais íngreme, ao passo que hoje pouco mais de 7% resta da vegetação que antes era abundante por essas terras.
Para evitar a completa dizimação desse bioma, é preciso comover e fazer o povo perceber os males que fazem para todo o meio-ambiente desmatando as florestas restantes.

Deixe um comentário »